8 de março de 2021

Wrap Up Semanal Brasil

OMS declara que Brasil deve tratar a pandemia com maior seriedade

Na última sexta feira (5), o diretor geral do Organização Mundial da Saúde, Tedros Ghebreyesus, afirmou que o Brasil deve levar a pandemia com maior seriedade, não apenas em prol da população brasileira, mas de toda a América Latina, que pode ser altamente afetada pelo quadro do Brasil.

Ghebreyesus ressaltou, ainda, que o Brasil está caminhando em sentido contrário ao da grande maioria dos países ao redor do mundo, nos quais os casos vêm diminuindo.

O posicionamento da OMS frente à situação do Brasil partiu da pergunta sobre o recente aumento da proporção de jovens sendo internados em estado grave, respondida pela líder técnica da Organização, Maria van Kerkhove. Ela afirmou que isso é decorrência da flexibilização do isolamento social, no qual os jovens são os que mais circulam e se expõem, aumentando e disseminando a infecção pela doença.

O maior índice de infecção ainda incorre no risco de acelerar a disseminação da nova variante – a qual indica se transmitir mais rapidamente e reinfectar pacientes que já tiveram a doença, levantando evidências de que a variante seja resistente à imunidade natural e à vacina.

Produção industrial mantem crescimento em janeiro, segundo o IBGE

A produção industrial aumentou 0,4% em janeiro de 2021, ante dezembro de 2020. Com isso, são nove meses de alta. Neste período, o setor acumulou uma alta de 42,3%. Mesmo assim, o setor está 12,9% abaixo do nível recorde, atingido em maio de 2011.

Dentre as atividades industriais que contribuíram para a manutenção deste crescimento, as principais foram, produtos alimentícios, de celulose, papel e produtos de papel, produtos diversos, moveis e veículos automotores, reboques e carrocerias.

BB e os impactos das intervenções políticas

Grupo de conselheiros do BB se posicionam em defesa do atual presidente, André Brandão. Segundo eles, não existem argumentos técnicos para a saída do atual presidente. Os conselheiros, por meio de manifestação publicada, defenderam a permanência do atual presidente, defendendo a gestão de excelência realizada até o momento.

Caso o governo opte por trocar André Brandão do Cargo, existe grandes chances de o conselho sofrer severas perdas, entre elas estão, Hélio Magalhães, José Guimaraes Monforte, Luiz Serafim Spinola e Paulo Roberto de Lima.

Internacional

Declarações do Federal Reserve não acalmam mercados

Após o aumento dos juros nos títulos de 10 anos do governo americano, o presidente do banco central, Jerome Powell, não demonstrou grande preocupação, mas declarou ter ciência do fenômeno. A falta de transmissão de alarme causou mal-estar nos mercados, levando a um aumento nas taxas. O patamar da curva de juros americana sinaliza expectativa de inflação, na medida em que as vacinações aceleram e a economia retoma. No entanto, o FED acredita que esta alta da inflação seria temporária.

Israel reabre economia para população vacinada

Aproximadamente metade da população israelense está completamente vacinada. Os detentores do “passe verde”, ou seja, recebedores das duas doses, poderão frequentar negócios reabertos. Israel liderou o mundo em vacinações, tornando-se objeto de estudo sobre a eficácia da imunização em massa.

Principais índices financeiros


Bolsa

O Ibovespa apresentou forte alta na última semana, de 4,7%, alcançando os 115.202 pontos. Na sexta-feira a PEC emergencial foi aprovada no Senado e caminhando para Câmara, a tramitação está prevista para ser concluída nesta quarta-feira. A preocupação fiscal tem impactado bastante os mercados durante as últimas semanas.

Apesar da retração no PIB de 4,1%, o ministro da economia, Paulo Guedes se mostrou otimista em relação a queda história, já que há um ano as projeções eram muito piores e outros países tiveram uma retração maior por conta da pandemia. Apesar do aparente otimismo em relação às próximas semanas, os casos de Covid-19 têm batido recordes diariamente e a incerteza volta a tomar espaço no mercado brasileiro.

Entre as maiores altas, destacamos BBDC3, +9,48%, BBAS3 +9,09% e ITUB4 +8,18%. Já nas maiores quedas, BTOW3 -12,82%, VIVR3 -7,92% e AZUL4 -6,06%.

Dólar

O dólar foi a R$ 5,68, mostrando que a correlação negativa com a bolsa nem sempre é regra, valorizando 1,64%, apesar de alguns resultados positivos para a situação nacional, como a aprovação da PEC. A incerteza dos investidores externos tem aumentado, em paralelo à subida de número de casos e mortes por Corona vírus. O lockdown nacional de 15 dias terá desdobramentos negativos para economia no curto prazo. Entretanto, caso o número de casos diminua e a previsão de número de brasileiros vacinados aumente, a imagem nacional tende a ser positiva para os investidores externos no longo prazo.

 

QUERO SABER MAIS SOBRE INVESTIMENTOS

Últimas notícias
Veja todos os insights