23 de agosto de 2021

Wrap Up Semanal

Brasil

Fiocruz libera 3,9 milhões de doses de vacina

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) comunicou no último sábado (21) a entrega de 3,9 milhões de doses da vacina AstraZeneca produzidas pela fundação.

Do total anunciado, 308 mil doses serão destinadas somente para o estado do Rio de Janeiro, e as demais serão destinadas a almoxarifado definido pelo Ministério da Saúde, responsável por distribuir aos demais estados.

Anvisa rejeita proposta de incluir crianças no público-alvo da Coronavac

A diretoria da Anvisa rejeitou nessa semana rejeitou proposta do Instituto Butantan de inclusão de crianças a partir de 3 anos no público apto a tomar a vacina Coronavac.

A decisão foi pautada no entendimento da agência de que o custo-benefício de se vacinar crianças é desfavorável – ou seja, os riscos superam os benefícios, ao menos por enquanto, até que dados mais consistentes comprovem o contrário.

Por outro lado, o órgão aprovou a recomendação do Programa Nacional de Imunizações (PNI), de uma terceira dose de reforço da Coronavac a idosos acima de 80 anos e pessoas com imunidade baixa.

Internacional

Estados Unidos ampliam fluxo de aviões para aceleração na retirada de pessoas do Afeganistão

Após a retirada integral das tropas norte-americanas no território afegão e a rápida tomada de poder do Talibã no país, o grande desafio internacional se tornou retirar as pessoas que possuíam interesse, ou precisavam, sair do país.
No início da semana, diversos países, entre eles os Estados Unidos, relataram dificuldade em realizar a operação de retirada de seus cidadãos através do aeroporto de Cabul, capital do Afeganistão. No entanto, neste domingo(22), o presidente norte-americano, Joe Biden, afirmou que obteve uma cooperação do Talibã que permitiria a ampliação do perímetro de segurança na região de evacuação, o que, por sua vez, aceleraria o acesso e o ritmo de retirada de pessoas.


EUA voltam a apresentar um ritmo elevado de mortes por Covid-19 e patamar chega ao mesmo de março

Os Estados Unidos foram um dos países com campanha de vacinação mais avançada no início do ano. No entanto, mesmo com vacinas disponíveis para todos há mais de três meses, o percentual de vacinados no país segue em nível considerado bem reduzido.
Com a vacinação se desenvolvendo em passos lentos, enquanto a variante Delta se dissemina em diversas regiões em grande proporção, o país volta a apresentar um nível alarmante de novos casos e, consequentemente, óbitos diários.
O país, que conseguiu reduzir seus casos a ponto de excluírem todas as restrições de distanciamento social, agora volta a registrar uma média de mais de 150 mil novos casos e 1.000 óbitos diários.
O Governo norte-americano luta para tentar alinhar estratégias para incentivar a parcela da população que ainda não se vacinou e os estados voltam a adotar medidas restritivas a fim de tentar frear novamente o contágio do vírus.

Principais índices financeiros


Bolsa

Nesta semana, o Ibovespa fechou em leve alta de 0,76%, impulsionada pelas bolsas americanas, com 118.052 pontos (porém, com uma desvalorização semanal de 2,59%). O preço do minério de ferro foi o grande vilão das siderúrgicas, fazendo com que a VALE3 chegasse a uma desvalorização semanal de 9,04%. Com incertezas referentes a variante Delta e a invasão do Afeganistão, as bolsas perderam forças e caminhavam a semana sem direções únicas. A B3 foi impactada principalmente pelas incertezas fiscais.

Nos Estados Unidos, houve a declaração do Fed de sua retirada de estímulos até o final de 2021, impactando negativamente as economias globais. Além disso, a semana foi marcada pelo aumento de 0,90% na produção industrial 1,40% na atividade de manufatura do país. Em contrapartida, o setor de varejo marcou o mês de julho com uma queda de 1,10% (0,8 p.p abaixo do esperado), aumentando incertezas com a volta da economia global.

No Brasil, o Bolsonaro abriu um processo contra os ministros do STF (na segunda-feira), houve um aumento de 4,30% do Índice de Confiança do Empresário no Comércio (ICEC) em relação a julho e o adiantamento da votação da reforma tributária.  Os destaques semanais vão para a Alliar com uma valorização de 30,16%; QUAL3 com alta de 8,54%; SBSP3 com 8,22% devido aos rumores de privatização; CMIG4 com 7,95% e CCRO3 devido a um aumento de 7,08%.

Dólar

Esta semana o dólar seguiu um movimento de forte alta, finalizando com uma valorização de 2,30% e a uma cotação de R$5,37. Isso ocorreu devido as incertezas fiscais no Brasil (com o possível rompimento do teto de gastos com o novo bolsa família) e pela variante Delta ao redor do mundo. Assim, o dólar alcançou seu maior valor desde abril de 2021. Mesmo com notícias do Fed de que irá parar com seus estímulos até o final de 2021, muitos procuraram o dólar como forma de proteção contra a nova variante.

 

QUERO SABER MAIS SOBRE INVESTIMENTOS

Últimas notícias
Veja todos os insights